23 | 07 | 2019
RedGlobe Notícias
Statistics

Today: 15993

Yesterday: 22821

Since 01/06/2005: 53192683

Membros do Partido Republicano estadunidense temem perder o apoio das mulheres por causa dos ataques do presidente Donald Trump contra o principal eleitorado do país.

A informação foi publicada nesta quinta-feira (18) em um artigo do jornal The Hill, especializado em temas do Congresso, ao afirmar que os ataques pessoais do mandatário contra as mulheres alimentam os temores do Partido Republicano, que poderia perder votos femininos nos subúrbios em novembro.

A publicação aponta que o último insulto do presidente, dirigido à atriz de cinema para adultos Stormy Daniels, aconteceu três semanas antes das eleições parciais e justamente depois de uma batalha para confirmar Brett Kavanaugh como juiz da Corte Suprema.

Os legisladores republicanos se apressaram a condenar os comentários ofensivos de Trump. “Não há lugar para esse tipo de linguagem … ele não deveria ter dito isso”, disse ontem ao canal CBS o presidente do partido, Paul Ryan (R-Wisconsin).

Por sua vez, o representante Chris Stewart (R-Utah) qualificou o ataque de “grosseiro”, lamentando que o comportamento de Trump no Twitter ofusque “as coisas boas” do Partido Republicano.

The Hill acrescenta que Trump atacou repetidamente a aparência física de suas adversárias femininas durante as eleições presidenciais de 2016 e mesmo assim ganhou a Casa Branca, dizem os céticos.

“É só outro tweet de um padrão contínuo”, disse a estrategista do Partido Republicano Liz Mair. “Quando se comporta constantemente de uma maneira escandalosa, as pessoas se imunizam e se sentem insensíveis”, indicou em uma aparente tentativa de reduzir a importância das críticas.

Não há dúvida de que os republicanos prefeririam falar sobre a economia, os empregos e os impostos no trecho final da campanha em lugar de responder perguntas dos repórteres locais sobre o que pensam do comentário de Trump sobre Daniels, afirma o jornal.

Ter que lidar com perguntas sobre os comentários do presidente não é nada novo para os republicanos na campanha eleitoral. O comentário é só o último de uma série de ataques grosseiros que o presidente lançou contra mulheres.

Os republicanos que apoiam as políticas de Trump estão profundamente frustrados com sua retórica e preocupados que ela possa afastar ainda mais as mulheres moderadas e independentes do partido.

Os republicanos estão defendendo dúzias de cadeiras vulneráveis este outono, muitas delas se encontram em distritos suburbanos, onde se espera que as mulheres com educação universitária formem um bloco eleitoral crucial que pode inclinar a balança para os democratas.

Fonte: Prensa Latina

Fonte:

Internacionalismo 21, porta voz da Secretaria de Política e Relações Internacionais do PCdoB

Real time web analytics, Heat map tracking
Solidaritätsanzeige